Nova captação de água em Governador Valadares (MG): obras terão 15 frentes atuando juntas em 2021


A segurança hídrica dos municípios que tiveram o abastecimento de água prejudicado em razão do rompimento da barragem do Fundão é uma das frentes nas quais a Fundação Renova atua. Em Governador Valadares (MG), as obras de construção da adutora estão sendo aceleradas: são 6 frentes de trabalho atuando juntas neste momento, e a previsão é que 15 frentes trabalhem ao mesmo tempo em 2021, otimizando o tempo para a entrega. A construção da nova captação de água traz maior segurança hídrica para o município, que passa a contar com dois mananciais para a captação de água. Além disso, a obra gera emprego e renda para a cidade, e segue as orientações da Organização Mundial de Saúde sobre o novo coronavírus.


Todas as atividades em campo seguem medidas de segurança, como aferição diária da temperatura dos colaboradores, distância mínima de dois metros, uso obrigatório de máscara, além de manter distância segura em relação a moradores e pedestres.


Geração de empregos

Para garantir a segurança hídrica de Governador Valadares – fundamental para o desenvolvimento econômico e social da cidade e seu planejamento para o futuro – a obra também está gerando emprego e renda para a população.


A previsão é que, quando estiverem no pico, até o fim do primeiro semestre de 2021, as obras vão gerar cerca de 550 postos de trabalho, cumprindo a meta de 70% de contratação de mão de obra local. Aproximadamente 300 trabalhadores já foram mobilizados.


Área urbana

Em janeiro, as obras de construção da adutora chegaram à zona urbana pela avenida Rio Doce, no bairro São Paulo. Em fevereiro, serão três frentes de trabalho atuando de forma simultânea em diferentes trechos. Além da avenida Rio Doce, no bairro São Paulo, haverá obras nas ruas Lincoln Byrro e Dona Zulmira Pereira da Silva, nos bairros Vila Bretas e São Paulo, respectivamente.


Para amenizar os transtornos, a população local está sendo informada sobre as mudanças na rotina que ocorrerão ao longo da obra. Para esclarecer dúvidas e solucionar eventuais problemas, a Fundação Renova tem profissionais para dialogar com a comunidade, de forma a reduzir eventuais transtornos provocados pela obra.


Além dos pontos em obras no trecho urbano, há frentes de trabalho em andamento na zona rural — como a instalação da tubulação, a construção da linha de transmissão (energia elétrica) e as travessias sob a linha férrea e córregos. Já a obra na área da nova captação de água no rio Corrente Grande está na fase de infraestrutura e preparação do terreno, e a construção tem início previsto para o primeiro semestre deste ano. A obra é supervisionada pela Prefeitura Municipal de Governador Valadares e pelo Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE), a quem caberá a gestão da adutora após sua conclusão.


Clique na seta à direita e veja a galeria de fotos:



© Copyright 2019 Fundação Renova. Todos os direitos reservados | Política de Privacidade