Mais de 20 grupos em 11 cidades de MG e ES recebem apoio para aumentar produção e melhorar vendas



Para promover o desenvolvimento socioeconômico e o empreendedorismo em municípios atingidos pelo rompimento da barragem de Fundão, em Mariana (MG), a Fundação Renova realizou uma parceria com a organização BrazilFoundation. Por meio de editais, foram destinados R$ 1,2 milhão para 23 projetos que foram selecionados em 11 cidades da bacia do rio Doce.


A ação contemplou projetos de organizações sociais, cooperativas e demais arranjos produtivos de psicultura, reciclagem agropecuária, produção de doces e artesanato, localizadas nos municípios de Governador Valadares, Ipaba, Tumiritinga, Resplendor, Sem Peixe, Iapu, Conselheiro Pena, Itueta, Aimorés e São Domingos do Prata, em Minas Gerais, e Baixo Guandu, no Espírito Santo.


O primeiro edital foi lançado em janeiro de 2019 e selecionou 13 projetos, com atividades que se encerraram em setembro de 2020. Veja, a seguir, os principais resultados alcançados. O segundo edital, lançado em agosto de 2019,também já foi encerrado e os resultados finais estão em fase de apuração.


A Associação de Produtores Rurais do Córrego Mutum Claro, no município de Baixo Guandu (ES), é uma das entidades selecionadas pelo primeiro edital. Com aporte de R$ 52 mil para o projeto Massa dos Sonhos, que envolve cerca de 30 mulheres, foi possível aumentar a variedade de produtos e incrementar em 100% a produção de pães, bolos e doces, boa parte fornecida para escolas do município e adjacências, beneficiando 3.500 alunos da rede pública


“Com o financiamento, pudemos comprar os equipamentos (freezer, balança, máquinas de enrolar e amassar pão, armários e mesas) e as associadas estão trabalhando e conseguindo gerar renda para ajudar suas famílias. A associação, com isso, cresceu bastante. O projeto foi muito bom para nós e só temos a agradecer. Hoje, temos a capacidade de atender ao município de Baixo Guandu com nossa produção de pães, doces e bolos e queremos crescer cada vez mais.”

Dalva Blunk Von Held, vice-presidente da Associação de Produtores Rurais do Córrego Mutum Claro


Doces Artesanais Ilha da Fantasia, outro projeto do município de Baixo Guandu, viu o volume de produção de doces aumentar em 500% - hoje, são produzidas 400 bandejas de doces por semana. Com investimento de R$ 61,7 mil, o projeto realizou as adequações estruturais necessárias, adquiriu maquinário, participou de feiras estaduais e interestaduais e abriu novos pontos de venda. Com isso, alcançou novos mercados, criou postos de trabalho e aumentou as vendas de doces em 400%.


Todos os projetos selecionadas tiveram acesso a curso de capacitação e consultorias para a modelagem e a gestão de empreendimentos sustentáveis nos temas Gestão, Gestão Financeira, Comunicação, Marketing, Precificação e Acesso ao Mercado. Ao todo, foram realizadas duas rodadas de capacitação por grupo produtivo, chegando a um total de 26 rodadas.


A BrazilFoundation entra com a expertise e operacionalização dos projetos. A Fundação Renova financia e acompanha o desenvolvimento das ações.

Incentivo à agricultura familiar


Outra iniciativa beneficiada pelo edital é o Projeto Fortalecimento Institucional da Associação da Escola Família Agrícola de Camões, do município de Sem Peixe (MG), que recebeu aportes de aproximadamente R$ 61 mil e beneficiou cerca de 70 pessoas. Foram implantadas na escola unidades produtivas agrícolas para o desenvolvimento da suinocultura, criação de galinhas, implantação de pomar e instalação de tanque de psicultura. Como resultado, houve aumento de 75% na produção de ovos, carne, leitões e leite. Também foi possibilitada a realização de aulas.


“A propriedade da escola estava bastante defasada. Com a parceria, conseguimos melhorar a infraestrutura, elevando a qualidade da nossa produção e do nosso ensino. Está sendo uma experiência muito positiva.”

Noessandro Gonçalves Freire, coordenador da escola Família Agrícola de Camões.


Também foram selecionados projetos profissionais de alunos para serem implantados nas propriedades das suas próprias famílias. São cinco projetos, sendo dois de criação de galinhas poedeiras (para produção de ovos), um de criação de abelhas, um de criação de peixe em caixa d’água e outro de produção de mudas e hortaliças em estufas.


“Como somos uma escola de ensino técnico, que ao final do curso os estudantes apresentam um projeto profissional, aproveitamos a parceria e financiamos os cinco melhores projetos apresentados. Acompanhei os estudantes que participaram da implantação das unidades produtivas em suas propriedades desde a fase de projetos.”

Daniel Ribeiro Teixeira, professor de Ciências e de Projetos da escola Família Agrícola de Camões


Daniel ainda destaca que todos os cinco projetos tiveram continuidade e, hoje, constituem importante fonte de renda para as famílias. Houve aumento de 40% na venda dos produtos comercializados pelos alunos nas propriedades de suas famílias.

© Copyright 2019 Fundação Renova. Todos os direitos reservados | Política de Privacidade