Experimentos apontam técnicas mais eficientes para regeneração do solo

A pesquisa do professor Sebastião Venâncio, que coordena o Laboratório de Restauração Florestal da UFV, trabalha com experimentos em áreas de Mariana (MG) para avaliar, por meio de bioindicadores, a eficácia de diferentes técnicas de restauração das áreas atingidas com rejeito da barragem de Fundão. As avaliações têm indicado “forte regeneração natural, com boa diversidade de espécies sobre o rejeito”, explica o professor. A pesquisa também contribuiu com a definição de indicadores para o monitoramento do processo de reparação. Escute a entrevista:




© Copyright 2019 Fundação Renova. Todos os direitos reservados | Política de Privacidade