Edital mobiliza produtores rurais para restaurar mais de 13 mil hectares de áreas de preservação

Atualizado: Jul 8



A Fundação Renova e o WWF-Brasil começaram a mobilizar produtores rurais em 25 municípios da bacia do Rio Doce por meio do Edital de Adesão de Produtores Rurais aos Programas de Restauração Florestal. O objetivo é envolver até 4.500 produtores no reflorestamento de mais de 13 mil hectares de Áreas de Preservação Permanente (APPs) e de recargas hídricas, dentro de propriedades rurais nas bacias dos rios Manhuaçu, Santa Maria do Doce, Bananal, Pancas, Corrente Grande e Guandu. Além disso, por meio da iniciativa, 960 nascentes serão recuperadas nas bacias dos rios Bananal, Pancas, Corrente Grande, Rio Turvo Limpo, São João Grande e São João Pequeno.


“O Edital de Restauração Florestal 2021, sem dúvida, é um passo importante para as ações de restauração florestal da Fundação Renova. Esse quantitativo [13 mil hectares] somado a outros editais anteriores contribui para alcançar as metas da instituição de restaurar 40 mil hectares e recuperar cinco mil nascentes na bacia do rio Doce”

Leda Fontelles Da Silva, especialista Socioambiental em Água e Agricultura da WWF-Brasil



O Edital de Adesão de Produtores Rurais aos Programas de Restauração Florestal é voltado para ações compensatórias para recuperar nascentes, outras Áreas de Preservação Permanente (APPs) e de recargas hídricas na bacia do rio Doce, ações que contribuem de maneira integrada para a qualidade da água. As inscrições ficarão abertas até o dia 1º de dezembro de 2021 no site da Fundação Renova. A adesão é gratuita e voluntária.


A mobilização será remota devido aos riscos impostos pela pandemia de Covid-19 e terá o WWF-Brasil como parceiro no processo. A Fundação Renova será a responsável por executar a restauração florestal com o fornecimento de insumos, mão de obra e a assistência técnica.


Clique aqui e saiba todos os detalhes sobre o Edital de Adesão de Produtores Rurais aos Programas de Restauração Florestal.


Essencial para a manutenção dos ecossistemas


Felipe Drummond Alves, especialista do Uso Sustentável da Terra da Fundação Renova, explica que a restauração florestal é uma atividade importante para a manutenção dos ecossistemas. As nascentes têm papel fundamental na recuperação de um rio. Se elas estão preservadas, fornecem água de boa qualidade para os mananciais. Outra contribuição vem das áreas de recarga hídrica, formadas por mata nativa. Com mais árvores e raízes, a água da chuva infiltra no solo, com menor escoamento superficial e carreamento de sedimentos diretamente para os rios.


“A partir da restauração florestal nessas áreas conseguimos restabelecer a função ecológica do ambiente, melhorar a qualidade e a quantidade de água e regular o clima. Entre os benefícios, conserva-se a biodiversidade”

Felipe Drummond Alves, especialista do Uso Sustentável da Terra da Fundação Renova



A produção agropecuária, assim como o esgoto e outras fontes de degradação estão presentes há séculos na região da bacia do rio Doce. O Edital de Adesão de Produtores Rurais aos Programas de Restauração Florestal é uma das ações para mudar essa realidade. A participação do produtor rural é essencial, uma vez que as áreas a serem trabalhadas ficam dentro das propriedades”, destaca Felipe.


Além do trabalho voltado para a preservação de APPs e nascentes, o produtor que tiver a inscrição validada no Edital terá apoio técnico para a construção de bebedouros ou disponibilização de área exclusiva para o gado em sua propriedade; melhoria na produção e na qualidade de água e recebimento de Pagamento por Serviços Ambientais (PSA) após um ano de implantação do projeto.


O PSA é pago para aqueles que se comprometem a recuperar as áreas dentro da propriedade rural, em especial nascentes, mananciais e fontes de água. Até maio de 2021, R$ 425,9 mil foram pagos a produtores rurais por meio do PSA na bacia do rio Doce.


As visitas de campo e ações do projeto estão previstas para ocorrer a partir do encerramento do período de inscrições do edital.


Restauração gera resultados


A Fundação Renova vai destinar R$ 1,5 bilhão às iniciativas de restauração florestal. Com os recursos, até o momento, cerca de 1.200 hectares de APPs e áreas de recarga hídrica estão em processo de restauração e cerca de 1.000 nascentes estão com o processo de recuperação iniciado. Além disso, mais de 500 propriedades rurais participam das ações para a recuperação de nascentes.


As ações de readequação ambiental de propriedades rurais no Alto Rio Doce se somam às atividades de restauração florestal de nascentes, outras Áreas de Preservação Permanente e de recargas hídricas nos demais trechos da bacia do rio Doce. Por meio do PASEA*, Planos de Adequação Socioeconômica e Ambiental, que propõe medidas de melhoria para cada propriedade, além de detalhar as atividades de reparação que vêm sendo realizadas desde 2016, proprietários são engajados a aplicar soluções para melhorar a qualidade e a quantidade.


Um desses exemplos é do produtor rural Adão Lana, que está retratado no minidocumentário produzido durante a Expedição do Rio Doce. Com suporte técnico da Fundação Renova, ele protege nascentes em sua propriedade e que abastecem o rio Gualaxo do Norte, na bacia do Rio Doce. Veja no vídeo abaixo essa história:


* A ferramenta foi criada pela Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais (Seapa) e é aplicado pela Fundação Renova em parceria com a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural de Minas Gerais (Emater-MG).