© Copyright 2019 Fundação Renova. Todos os direitos reservados | Política de Privacidade

Desenho das casas em desenvolvimento

No programa de reassentamento, os desenhos das casas são feitos por arquitetos em conjunto com os atingidos. Os arquitetos estudam, a partir das memórias de cada família, como eram os imóveis e como os atingidos imaginam as novas moradias. As famílias participam de visitas ao terreno para avaliar aspectos como o reconhecimento do lote, a percepção da relação de vizinhança e a posição das casas. Uma maquete 3D ajuda a visualizar o arranjo final da casa. A família pode fazer a revisão detalhada do que foi desenhado e definir os acabamentos do novo lar.



Cerca de 130 desenhos arquitetônicos de residências foram feitos até o momento para o reassentamento de Bento Rodrigues, distrito de Mariana (MG). Se a família aprova o projeto arquitetônico, ele é então protocolado na Prefeitura. Foram protocolados 73 projetos na Secretaria Municipal de Obras para obtenção do alvará até maio de 2019. Após a autorização municipal, as casas podem ser construídas.


Paracatu de Baixo


No distrito de Paracatu de Baixo, também em Mariana, 40 famílias estão em atendimento com os arquitetos até maio de 2019. Como ocorre em Bento Rodrigues, a construção de Paracatu de Baixo deverá se aproximar das características físicas e dos aspectos patrimoniais e culturais do distrito. Os atingidos também escolheram o novo local em Paracatu de Baixo. A elaboração e a aprovação de todas as etapas contam com o envolvimento da comunidade, a comissão de atingidos e a assessoria técnica. O reassentamento deve ocupar uma Área de Diretrizes Especiais de aproximadamente 95 hectares e deve receber cerca de 140 famílias.